Real Time Web Analytics

quarta-feira, 19 de março de 2014

O que é essa tal felicidade?



“Felicidade foi se embora
E a saudade no meu peito ainda mora
E é por isso que eu gosto lá de fora
Porque sei que a falsidade não vigora
A minha casa fica lá de traz do mundo
Onde eu vou em um segundo quando começo a cantar
O pensamento parece uma coisa à toa, mas como é que a gente voa quando começa a pensar...”

Desde criança amo meditar na letra desta canção, Felicidade de Lupicínio Rodrigues, a mesma foi escrita em 1947, e fez com que o autor tivesse projeção nacional.

Felicidade é o mote deste texto, foi solicitado por uma querida amiga hoje, a mesma foi questionada pelo filhinho de quase 03 anos, logo pela manhã, quando os neurônios dela ainda nem estavam funcionado em pleno vapor, a caminho da escolinha, eis que do nada surge a pérola, “mamãe, o que é felicidade?”

Analisando cada verso acima, no meu fantástico mundo de Bob, pensava quando menina, por que é que a felicidade foi se embora? E ainda, como chegar até a minha casa que fica lá de traz do mundo? E o que eu mais amava, o pensamento parece uma coisa à toa, mas como é que a gente voa quando começa a pensar...

Meus amigos, deitava no quintal, chão de terra batido, que minha mãe nos fazia varrê-lo todo dia, debaixo de um pé de mangueira enorme e ficava olhando o céu azul e límpido do Pará, com apenas algumas nuvens esparsas e imaginava como é bom poder voar!

Porém, vamos ao que interessa, o que é essa tal felicidade? Segundo o site significados.com.br Felicidade é o estado de quem é feliz, uma sensação de bem estar e contentamento, que pode ocorrer por diversos motivos. A felicidade é um momento durável de satisfação, onde o indivíduo se sente plenamente feliz e realizado, um momento onde não há nenhum tipo de sofrimento.



Hum, como explicar isso para uma criança? Arnaldo Antunes diz que “crianças gostam de fazer perguntas sobre tudo. Mas nem todas as respostas cabem num adulto.”

Como eu explicaria para o meu filho o que é felicidade?

É acordar todos os dias com saúde, olhar para ele e saber que o mesmo é a extensão de mim, carne da minha carne e que apesar de ser um ser humano completamente independente depende de mim para se tornar gente e gente de qualidade, ou seja, tenho que ser cada dia melhor, pois sou exemplo, e um exemplo, vale mais que mil palavras.

É saber que todo dia é um novo dia e que precisamos fazer desse presente o melhor possível, pois o dia de amanhã a Deus pertence.

É ter comida quentinha e gostosa na mesa, ir para a escola, ter uma cama cheirosa e macia, ter brinquedos, encontrar com os amigos, ter irmãos, primos, tios, avós, bichos de estimação.

Ah, tomar banho de chuva, soltar barquinho de papel na enxurrada, imaginar que todos os seus brinquedos viram gente à noite quando você vai dormir. Brincar de pique-esconde, de vídeo-game...

Lembrei de outra coisa que para mim era sinônimo de felicidade, em pleno domingo, eu andando de bicicleta no quintal de casa e ouvindo o chiado da panela de pressão no fogão a lenha da minha querida mãe.

Deitar com as galinhas, pois eu amo galinha, embaixo da casa, sim meus amigos, embaixo da casa, varríamos até sob a casa, a areia era tão friinha, que delícia, e ficar brincando com os bichos.

É o agora, estou deitada em minha cama com o notebook sobre o colo, tomando um ventinho no rosto e escrevendo este texto, tentando imaginar a carinha do filhinho da Michele.

Tomar banho frio no verão, ou morno, se preferirem, sentar no chão do banheiro e deixar a água cair sobre você, existe coisa melhor? Fazer escultura de sabão no cabelo, tomar banho com o irmão, banho de cachoeira, comer chocolate até a barriga doer, se lambuzar de sorvete, comer batata frita...

Ou seja, não quero ter razão, quero ser feliz! Amanda Emília, brilhantemente concluiu que “não quer ser feliz por muito tempo, só quer ser feliz até o momento que o seu coração parar de bater.”

Já, Clarice Falcão, cantando, nos faz refletir:

O que você faz pra ser feliz?
O que faz você feliz?
Você feliz o quê que faz?
Você faz o que te faz feliz?
O que faz você feliz você que faz.
Longe perto, dentro, tanto faz.
Quem quer felicidade corre atrás.
E, às vezes, ela está debaixo do nariz.
O que você faz pra ser feliz?
Pra ser feliz..
Pra ser feliz...
O que você faz pra ser feliz?


Curiosidade

O Dia Internacional da Felicidade é comemorado dia 20 de Março e foi comemorado pela primeira vez em 2013. Este dia visa promover a felicidade das pessoas e mostrar como este fato é fundamental para o bem estar das nações.

Origem do dia

A criação do Dia Internacional da Felicidade surge por sugestão do Butão, um pequeno reino budista localizado nos Himalaias que adota como estatística oficial a "Felicidade Nacional Bruta" em vez do Produto Interno Bruto (PIB). Em 2012, a proposta foi aprovada por unanimidade pelos 193 estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas), defendendo que a busca pela felicidade é um objetivo humano fundamental.

Importância da Felicidade

Todas as pessoas procuram a felicidade. Os psicólogos salientam a importância da felicidade na vida das pessoas e a necessidade destas se conhecerem a si mesmas para conseguirem alcançar o bem estar desejado. Assim, a felicidade relaciona-se não só com a personalidade, mas também com a disposição e a forma de estar das pessoas. Da mesma forma, alguns governos encaram a felicidade da população como um indicador econômico.

Felicidade em Portugal

Estudos revelam que Portugal é um dos países mais infelizes da Europa.

3 comentários:

Michele Melo disse...

Lindo e emocionante !!!

Bjos e Obrigada!

Anônimo disse...

Texto lindo..Precisamos valorizar cada minuto e ter a certeza que a felicidade pode estar em momentos simplérrimos!!!

Anônimo disse...

Texto maravilhoso!!! To cm um nó na garganta por recordar de coisas simples gratuitas que são o verdadeiro sentido da felicidade...Deus abençoe vc Erika, Deus te abençoe.
Erika Mariana